Findicas

O blog da
Finplace

Capital de giro é fator de equilíbrio entre receitas e despesas

Findicas

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter

Capital de giro deve ser suficiente para cumprir todos os compromissos dos próximos meses, mas quando surgem gastos inesperados ou ocorre uma queda súbita nas vendas é preciso buscar uma alternativa rápida e vantajosa, como a antecipação de recebíveis.

 

Ilustração de dois empresários colocando na balança as receitas da empresa e o capital de giro para manter tudo em equilíbrio.Fundamental para o equilíbrio das contas de qualquer empresa, o capital de giro representa, de forma resumida, os recursos necessários para cobrir todos os custos fixos mensais do negócio, sem depender necessariamente do resultado das vendas. Em outras palavras, capital de giro é a diferença entre os recursos disponíveis em caixa e a soma das despesas e contas a pagar, o que inclui os gastos com energia, água, computadores e internet, aluguel do ponto, salários dos funcionários e aquisição de estoque ou matéria-prima.

 

“O capital de giro deve ser previsto desde a elaboração do plano de negócios, ainda antes da abertura da empresa, para garantir a continuidade de suas atividades no curto e no médio prazo, independentemente do resultado dos meses seguintes”, explica Felipe Avelar, CEO da Finplace.

“Quando falta capital de giro e não há uma situação de crise econômica, em geral a causa é a má gestão financeira ou o descontrole das contas devido a retiradas muito altas ou a outros fatores críticos para o fluxo de caixa”, acrescenta. 

 

Felipe lembra que a estabilidade do capital de giro é uma maneira eficiente de perceber se a empresa está financeiramente equilibrada e se há sincronia entre receitas e despesas. “Se ocorrer perda de liquidez, mesmo com um controle eficiente das contas, é preciso ligar o sinal de alerta e verificar a possível existência de gastos desnecessários ou desperdícios ou se algo não está funcionando bem na gestão do negócio”, afirma. 

 

O empresário deve ser capaz de criar projeções financeiras de curto e médio prazo, com base na média de entradas e saídas, para evitar surpresas desagradáveis. “E em caso de necessidade real de recompor o capital de giro, a solução é buscar alternativas de crédito que não comprometam receitas futuras nem criem dívidas. Nesse sentido, convém pensar na antecipação de recebíveis, que não é um empréstimo e pode ser completada rapidamente no marketplace de crédito”, destaca o CEO da Finplace.

 

Vantagens da antecipação de recebíveis

Dessa maneira, quando você precisar de capital de giro para a sua empresa, antes de correr ao banco e pedir um empréstimo, conheça o que o marketplace de crédito pode lhe oferecer na antecipação de recebíveis, compare bem e decida com segurança. Confira alguns desses benefícios: 

 

Rapidez

No marketplace de crédito, a antecipação de recebíveis se completa em poucos passos e em seguida o dinheiro cai na conta da empresa.

 

Sem burocracia

A liberação da antecipação de recebíveis para capital de giro não envolve papelada nem demoras desnecessárias. Tudo é muito simples e prático, em um ambiente 100% online, seguro e transparente.

 

Poder de negociação

Você escolhe o financiador de sua preferência e negocia diretamente com ele as condições mais vantajosas, sem intermediários.

 

Sem garantias extras

As notas fiscais a serem negociadas são a única garantia exigida na antecipação de recebíveis.

 

Portanto, se for preciso sincronizar receitas e despesas para manter o capital de giro equilibrado, não deixe de considerar a possibilidade de fazer uma antecipação de recebíveis no marketplace de crédito. E para saber mais a respeito de outras operações de crédito para pequenas e médias empresas, siga os canais da Finplace, visite o nosso Linkedin e acompanhe nossas páginas no Facebook e no Instagram. Se preferir, entre em contato conosco pelo WhatsApp ou pelo chat, disponíveis aqui no nosso site.

 

Tags

Cadastre-se
agora


Cadastre-se agora

É grátis e em apenas 1 minuto
você conclui seu cadastro!