Capital de giro e estoque: você sabe qual é a relação entre os dois?

Findicas

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter

Capital de giro depende de fatores como estoque para se manter saudável e garantir o crescimento de uma empresa.

Ilustração com um cofre no meio e balões com imagem ao seu redor, com os ícones de porcentagem, dinheiro em moeda e outro em nota e uma pasta , representando um cheklist de estoque e capital de giro

Apesar de muitos negócios terem e precisarem de estoque, é comum que não percebam como um produto parado na gôndola ou no armazém podem trazer inúmeros custos. Afinal, é preciso manter o espaço e conservar o objeto para garantir que chegue ao cliente do mesmo jeito que chegou. No entanto, mais importante que isso, é preciso garantir que a estocagem não afete seu capital de giro

 

Esse índice é, basicamente, o conjunto de recursos necessários para que uma empresa possa funcionar. Em outras palavras, capital de giro é o dinheiro essencial para manter a atividade de um empreendimento e continuar existindo; e, para chegar a esse valor, é preciso calcular ativos e passivos circulantes como estoque, imóveis, aluguel e salários. 

 

Como o estoque afeta o capital de giro de empresas?

De todos os gastos que uma empresa tem para se manter, o estoque costuma ser uma grande preocupação.

Afinal, enquanto o produto estiver armazenado, ele perde valor e pode se desgastar até que seja vendido, o que exige um trabalho de manutenção e cuidado atento para saber qual melhor forma de guardá-lo e quando é o melhor momento de se desfazer dele com alguma promoção, por exemplo.

 

A gestão de estoque pode ser desafiadora e, dependendo de como é feita, pode afetar o capital de giro, aumentando a necessidade de dinheiro para garantir essa qualidade do que está sendo estocado e até mesmo reduzindo, assim, a lucratividade da empresa.

 

Dessa forma, para entender como o estoque está afetando sua saúde financeira, é importante saber o prazo e custo médio de estocagem, definindo o que é necessário para manter a qualidade dos produtos e dimensionar, assim, a quantidade ideal de capital a ser destinada para essa área do negócio.

 

O que fazer quando precisar de capital de giro?

Ao analisar a proporção que o estoque ocupa no seu capital de giro, muitos negócios percebem que não têm a quantia ideal para sustentar essa necessidade. Por isso, é comum que procurem soluções financeiras online como a antecipação de recebíveis ou empréstimo para empresas.

 

Quando um negócio faz a antecipação de notas fiscais de produtos vendidos a prazo, ele ganha a possibilidade de adiantar um pagamento que só receberia daqui a 30, 60 ou 90 dias e consegue a quantia à vista. Dessa forma, garante que seu capital de giro esteja equilibrado e tenha os recursos necessários para manter o estoque enquanto reestrutura seu planejamento.

 

Por isso, ter um marketplace de crédito como parceiro é fundamental nessas horas, pois, além de agilizar todo o processo de antecipação de recebíveis, ainda dá ao negócio outras alternativas como empréstimo para empresas. Na Finplace, por exemplo, o gestor utiliza a plataforma financeira online de graça, ganha autonomia para escolher a melhor proposta entre até quatro instituições financeiras e consegue o capital de giro em minutos.

 

Apesar de estarem intrinsecamente ligados, o estoque pode fazer parte da estratégia de uma empresa sem prejudicar o capital de giro. Basta entender muito bem como se relacionam, identificar suas necessidades e garantir boas plataformas financeiras parceiras.

 

Quer entender mais como esse mundo do crédito pode ajudar sua empresa? Continue lendo nossos artigos.

Saber mais seguindo os canais da Finplace. Visite o nosso Linkedin e acompanhe nossas páginas no Facebook e no Instagram. Se preferir, entre em contato conosco pelo WhatsApp ou pelo chat, disponíveis aqui no nosso site.

 

 

Tags

Cadastre-se agora!


Cadastre-se agora

É grátis e em apenas 1 minuto
você conclui seu cadastro!