Findicas

O blog da
Finplace

Como apoiar a economia local

Findicas

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter

A pandemia de covid-19 golpeou com força os pequenos negócios, que são mais vulneráveis, contam com pouco capital de giro e dependem das vendas diárias para sobreviver. E trata-se de um universo gigantesco. De acordo com dados do Sebrae, dos 6,4 milhões de estabelecimentos existentes no Brasil, 99% são micro e pequenas empresas, que respondem por 52% dos empregos com carteira assinada.

Com as atividades limitadas pela crise, é particularmente importante apoiar essas empresas, tanto do lado dos consumidores quanto dos próprios empreendedores, no momento de repor estoques e se abastecer. “Mais do que nunca, é hora de fortalecer a economia local e o comércio de bairro, numa corrente que beneficia a todos”, afirma Felipe Avelar, CEO da Finplace.

Mas qual é o impacto disso no meu negócio? Vale lembrar que ao aderir a esse movimento, o empresário cria uma rede de sustentação que pode inclusive impulsionar sua empresa. É a ideia de que “eu compro dos meus vizinhos e meus vizinhos compram de mim”.

Aos poucos, algumas iniciativas país afora estão ajudando a criar essa corrente. O Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal de Pernambuco, por exemplo, lançou a plataforma No bairro tem, na qual os donos de pequenos negócios cadastram as informações de seus produtos e serviços e os consumidores podem encontrar o que buscam na vizinhança. O serviço é gratuito e atende, por enquanto, à região metropolitana de Recife – mas a ideia pode ser facilmente expandida.

A Editora Globo também se mobilizou e, por meio de seus jornais e revistas, criou a campanha Apoie o negócio local, com a intenção de inspirar pessoas e grandes empresas a ajudar empreendedores e negócios locais e de pequeno porte a atravessarem o atual período de emergência.

Tags

Cadastre-se
agora


Cadastre-se agora

É grátis e em apenas 1 minuto
você conclui seu cadastro!