Imprensa

Saiba o que estão
falando sobre nós

Finplace é destaque na Digital Money Informe

Imprensa

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter

Em matéria para a Digital Money Informe, o CEO da Finplace, Felipe Avelar, conta sobre o propósito da empresa e porque é conhecida como “iFood do Crédito” para PMEs.

Atualmente o marketplace de crédito Finplace tem cerca de 350 instituições financeiras conectadas e mais de R$ 900 milhões transacionados. As conversações com a consultoria KPMG propõem a captação de mais de R$ 20 milhões para o próximo ano e prevê a inclusão dos setores de seguro, agronegócio e energia no ecossistema. 

Empresas do setor de comércio e confecção de materiais são os que mais procuram as soluções financeiras da Finplace.

Nascida em 2019, a Finplace cresceu 1.319% e alcançou o engajamento que estava previsto para dois anos. Segundo Felipe Avelar, a startup “foi desenvolvida para facilitar a vida das empresas que precisam de capital de giro de forma rápida e transparente”. 

Conectando empresários e instituições financeiras, a plataforma subverte a lógica de mercado ao dar o poder da decisão para quem pede empréstimos e não o financiador. Basta ter uma nota fiscal de produto para pedir a antecipação de recebíveis na plataforma e selecionar as taxas e propostas que funcionam melhor para seu negócio.

Assim como o iFood, a Finplace funciona como essa ponte de transações entre terceiros sem depender de APIs por meio da tecnologia React, o mesmo conceito usado pela plataforma de entregas de comida. Por isso, então, o apelido.

Antecipar recebíveis é o produto mais demandado na plataforma.

A antecipação de notas fiscais compõe cerca de 65% das transações na Finplace, mas não é seu único produto. O empréstimo sem garantia representa 10%, crédito consignado privado 10%, enquanto cartão, cheque e os demais serviços 15%. 

O processo demorado e cheio de burocracia dos grandes bancos fez a Finplace nascer como facilitadora para essas pequenas e médias empresas, com o propósito de democratizar o acesso ao crédito com maior transparência e autonomia.

Enquanto as PMEs se conectam gratuitamente na plataforma, as instituições financeiras custeiam para participar das negociações e pagam uma taxa proporcional ao valor da transação realizada, caso a proposta seja aceita pelo empresário.

Em breve, o CB Box será a nova ferramenta na Finplace para ajudar as financiadoras a avaliar os riscos de cada operação. “Transformamos os 25 anos de história do banco Credit Brasil em algoritmo de crédito que funciona dentro do ecossistema da Finplace, que não compete com o Serasa e demais players do mercado”, observa Avelar.

Caso queira ler a matéria completa, acesse o site Digital Money Informe.

 

Acesse Também Nossas Redes Sociais

Curta nossa página no Facebook , siga nosso Instagram e nosso LinkedIn
Inscreva-se no nosso Canal E confira nossas Findicas

Tags

Cadastre-se
agora


Cadastre-se agora

É grátis e em apenas 1 minuto
você conclui seu cadastro!